Esmirna uma Igreja Perfeita

05/08/2013 09:47

Apocalipse 2: 8 – 11

E ao anjo da igreja em Esmirna, escreve: isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu; conheço as tuas obras e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus e não são, mas são a sinagoga de Satanás. Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Quem tem ouvidos, ouça o que o espírito diz às igrejas: O que vencer não sofrerá o dano da segunda morte.

É muito comum ouvir dizer que toda igreja é perfeita, mas sabemos que isso não é verdade, no entanto existe igreja perfeita. Esmirna é uma igreja da qual o Senhor Jesus não tem nenhuma repreensão contra ela.

Na carta do apóstolo Paulo aos efésios no capítulo um verso quatro há explicitado o objetivo da igreja; ser irrepreensível diante do seu amado Senhor em amor. Alguém que é irrepreensível não necessita mais de ser chamado atenção, por coisas erradas que tenha cometido, não mais desagrada a Deus com nenhum de seus atos, é um crente perfeito. A sua perfeição não será mantida pelo seu esforço de ser íntegro, mas pelo poder do Espírito Santo em sustentá-lo em amor diante de Deus, este crente aprendeu a olhar para Jesus.

Uma igreja perfeita é composta de crentes perfeitos; não pode ser diferente disso. Esmirna é pobre, porém rica, sua pobreza não será estorvo à sua perfeição, ela ama quem a torna perfeita, e é vista e acompanhada por Ele, “conheço as tuas obras”, essa é a palavra de Jesus.

Esmirna por ser perfeita sofre perseguição dos que se dizem crentes e não são, antes são igrejas diabólicas (sinagoga de Satanás). A blasfêmia contra ela não será motivo de fazê-la descair de sua perfeição, recebeu do seu Senhor uma promessa de coroa, portanto não deixaria a sua fidelidade mesmo sendo atribulada por falsos irmãos.

Nem toda igreja é perfeita e boa, sabemos disso não só pela experiência do dia a dia, mas muito mais pela Palavra de Deus, Esmirna era uma igreja irrepreensível, mas havia outras duas neste mesmo capítulo dois de Apocalipse que estavam sendo advertidas pelo Senhor da Igreja, igrejas imperfeitas que o Senhor desejava perfeição para elas, por isso as advertências.

Jesus não exige perfeição comparando uma igreja com a outra, o Senhor sabe a obra de cada uma, e diz o que é preciso a cada uma. A perfeição da igreja não é baseada nela, mas NELE, o Senhor.

Uma igreja perfeita terá sempre uma sinagoga de Satanás atribulando-a, mas receberá a coroa da vida, é pobre, mas é rica, padece pelas mãos do diabo, mas guarda toda a Palavra de Deus e é guardada por Ele.

Ela não será surpreendida pelas más notícias, está firmada sobre a rocha, guarda a palavra de Deus, por isso ela sabe com antecedência: “o diabo lançará alguns de vós na prisão”. Sabe também que a tribulação é certa e virá, mas com um curto tempo, dez dias. Consolada antes pela palavra que lhe é enviada – não temas, somente seja fiel.

Uma vez Jesus falou a um jovem: “Se queres ser perfeito, vai vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e vem e segue-me, e terás um tesouro no céu”. Há um preço para a perfeição, contudo o pagamento ao perfeito é grande – a coroa da vida.

 

Leia também; venha-o-teu-reino.webnode.com/news/perfeito-homem-de-deus/