O Milênio

20/12/2014 09:49
Os seis primeiros versos de Apocalipse vinte; dizem.
E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo. E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos. Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.
Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.
 
Para termos conhecimento da revelação do último livro do Novo testamento, buscamos referências em:
1- Mateus 19:28 E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.
2- Mateus 16:19 E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.
3- Lucas 22:24-30 E houve também entre eles contenda, sobre qual deles parecia ser o maior. E ele lhes disse: Os reis dos gentios dominam sobre eles, e os que têm autoridade sobre eles são chamados benfeitores. Mas não sereis vós assim; antes o maior entre vós seja como o menor; e quem governa como quem serve. Pois qual é maior: quem está à mesa, ou quem serve? Porventura não é quem está à mesa? Eu, porém, entre vós sou como aquele que serve. E vós sois os que tendes permanecido comigo nas minhas tentações. E eu vos destino o reino, como meu Pai mo destinou, para que comais e bebais à minha mesa no meu reino, e vos assenteis sobre tronos, julgando as doze tribos de Israel.
4- Ef 2:1 E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados.
5- Jo 5:25 Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão. Jo 5:26 Porque, como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo; Jo 5:27 E deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o Filho do homem. Jo 5:28 Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz.
 
Foram feitas as seguintes considerações sobre o texto básico e os auxiliares:
Reinar com Cristo era uma promessa aos doze discípulos, mas também a toda a igreja em todas as épocas.
Reinar com Cristo exige daquele que reinará maturidade, as chaves do reino não seriam dadas sem que primeiro o apóstolo estivesse pronto para recebê-las, não se dá chaves a crianças para abrirem, só para brincar e distrair. Pedro ainda era menino para receber naquele momento as chaves do reino de Deus.
Jesus na mesa com os reis no reino é comparado com os reis terrenos somente pela autoridade, mas não pelo modo de agir, no reino de Deus os que reinam são humildes e servem sem a glória dos homens.
 
No texto de João, Jesus fala sobre duas ressurreições, uma é dirigida aos que creem em seu Nome, a outra que é a última (segunda), é para todos indistintamente.
A partir destes textos o entendimento de Apocalipse vinte se faz simples e claro. Os mil anos de Cristo reinando começaram com a sua primeira vinda e terminará com sua última vinda.
Satanás preso em cadeia é a anulação do poder dele sobre a vida dos que creem em Cristo Jesus.
Mil anos é para entendermos que é um tempo longo. No entanto estes mesmos mil anos são chamados em Zacarias como o dia do Senhor. É por esta causa que Em Pedro lemos mil anos para Deus são como um dia e um dia como mil anos. 
Reinar com Cristo mil anos não significa vivermos mil anos, mas que Cristo sim vive estes mil anos que já somam a dois mil anos.
Os que têm parte na primeira ressurreição se tornam sacerdotes e reis com Cristo neste período de mil anos.