Um Rei entre os Homens

25/04/2014 22:10

João 12:1-2 Foi, pois, Jesus seis dias antes da páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera, e a quem ressuscitara dentre os mortos.

Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele.

 

  1. Esta é a última semana de vida de Jesus na terra, Ele não visitará alguém que lhe faria mal naquele momento, mas os amigos amados. Alegria e satisfação de estar a mesa com Jesus.

João 12:3-7 Então Maria, tomando um arrátel de ungüento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do ungüento.

Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse: Por que não se vendeu este ungüento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?

Ora, ele disse isto, não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava. Disse, pois, Jesus: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto;

 

2. Maria se expõe pelo amor que ela tem ao seu Senhor e Salvador Jesus Cristo; é assim, quem ama declara o seu amor sem se importar o que vão dizer. O amor dos santos para com o Filho unigênito do Pai aborrece a quem ama as outras coisas.

Jesus defende aos que o amam, Maria não precisou abrir a sua boca contra contra Judas Iscariotes, Jesus foi seu advogado.

João 12:4-6 Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse:

Por que não se vendeu este ungüento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?

Ora, ele disse isto, não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava.

 

3. Judas Iscariotes é exemplo de quem não ama Jesus, pois mesmo estando com Ele, vai desprezá-lo.

Quem não ama Jesus, também não amará aos pobres. O objetivo de Judas é sempre seus interesses próprios. Além de ser ladrão, também era mentiroso.

João 12:8 Porque os pobres sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes.

 

4. Sempre haverá oportunidade de se beneficiar aos pobres.

Nem sempre será fácil realizar uma obra de adoração a Jesus, se a oportunidade surgir devemos aproveitá-la, custe o que custar.

João 12:9 E muita gente dos judeus soube que ele estava ali; e foram, não só por causa de Jesus, mas também para ver a Lázaro, a quem ressuscitara dentre os mortos.

 

5. Uma casa em festa, mas que estava marcada pela morte.

João 12:10-11 E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro;  Porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em Jesus.

 

6. Lázaro corre risco de vida por ser instrumento da glória de Deus.

Em Lázaro Jesus estava mostrando o que Deus iria fazer nEle, ressuscitando-O também.

Betânia literalmente significa casa do aflito, vemos a aflição não somente do Salvador, mas também dos que lhe amam.

João 12:12-13 No dia seguinte, ouvindo uma grande multidão, que viera à festa, que Jesus vinha a Jerusalém, tomaram ramos de palmeiras, e saíram-lhe ao encontro, e clamavam: Hosana! Bendito o Rei de Israel que vem em nome do Senhor

 

7. Jesus é ungido em Betânia e aclamado Rei na capital da nação, Jerusalém.

Há festa na cidade, temos um Rei.

A multidão não sabia, mas toda aquela festa era para Jesus, o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

João 12:14-16 E achou Jesus um jumentinho, e assentou-se sobre ele, como está escrito:

Não temas, ó filha de Sião; eis que o teu Rei vem assentado sobre o filho de uma jumenta.

Os seus discípulos, porém, não entenderam isto no princípio; mas, quando Jesus foi glorificado, então se lembraram de que isto estava escrito dele, e que isto lhe fizeram.

 

8. Aquela semana seria a última que a a multidão festejaria com Jesus e a primeira de muitas para os discípulos.

Não temas, ó igreja o teu Rei é manso e humilde de coração

Teu rei é acessível. E não é político.

João 12:17-19 A multidão, pois, que estava com ele quando Lázaro foi chamado da sepultura, testificava que ele o ressuscitara dentre os mortos.

Por isso a multidão lhe saiu ao encontro, porque tinham ouvido que ele fizera este sinal.

Disseram, pois, os fariseus entre si: Vedes que nada aproveitais? Eis que toda a gente vai após ele.

 

9. O rei é manso, por isso muitos o rejeitam. Mas o rei governa sobre todos, até sobre aqueles que pensam que não.

Todo o poder está nas mãos de Jesus. Aos amigos Ele conta o que faz, os outros fazem por que Ele é o Senhor Deus todo poderoso e diante dEle todo joelho se dobra.

Temos um Rei, Jesus.