O Discípulo Crê no Mestre

15/10/2013 12:19

Marcos 12: 41 - 44

E, estando Jesus assentado defronte da arca do tesouro, observava a maneira como a multidão lançava o dinheiro na arca do tesouro; e muitos ricos deitavam muito.

Vindo, porém, uma pobre viúva, deitou duas pequenas moedas, que valiam meio centavo.

 E, chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva deitou mais do que todos os que deitaram na arca do tesouro; Porque todos ali deitaram do que lhes sobejava, mas esta, da sua pobreza, deitou tudo o que tinha, todo o seu sustento. 

Como Jesus sabia que aquelas duas moedas era todo o sustento daquela viúva? Os discípulos ouvem essa palavra e não questionam o Senhor, creem no mestre.

Creem por experiências passadas, como a que Natanael é apresentado a Jesus por Filipe; naquele momento Natanael ouve de Jesus: “Eu te vi debaixo da árvore”.

Creem pelas obras de Jesus realizadas nas vidas deles. Imagina aquele pescador recebendo uma ordem do Mestre para ir ao mar e pescar um peixe e retirar da boca desse peixe uma moeda de um estater, exatamente a quantia para pagar dois impostos, o de Pedro e o dEle.

Como não crer num Jesus cujos discípulos conhecem não somente de palavras, mas também de obras. Se conhecemos as palavras de Jesus, podemos ficar alegres com elas, mas se conhecemos também as obras então as suas palavras serão leis para nós.