Um novo reino um novo rei uma nova lei

25/10/2013 06:46

Vivemos numa nova era em que o certo é errado e o errado é certo. Um tempo em que Jesus tem falado que viria. Chegou; “e por se multiplicar a iniquidade o amor de muitos esfriaria”. Um tempo em que algumas igrejas agem como todo mundo.

E aborrece ver o direito do estado ser subvertido por um grupo de baderneiros sempre prontos a destruir e a serem defendidos em suas injustiças. Ver a segurança pública sendo acusada de injustiça por procurar colocar ordem. Aborrece ver a destruição da autoridade doméstica por uma pregação de todos os lados que nossos filhos não podem ser corrigidos, os professores nem os governantes podem ser autoridade. E ver também que o pastor da igreja, tem tantos impedimentos. Aborrece ver a subversão do casamento em que a família que gera através de um homem e de uma mulher não é mais para ser o comum e o natural. E se alguém se manifestar contra essa degeneração familiar é perseguido por muita gente.

Aborrece; no entanto, não nos tira a esperança, muito pelo contrário, aumenta-a, pois que Jesus diz que essas coisas começando a acontecer a nossa redenção estava próxima e era para olharmos para cima. Nem é também para nos engajarmos como lutadores pelas coisas desta vida como se pertencêssemos a este reino conturbado e agonizante, pois nosso reino não é deste mundo. Nem mesmo desistirmos de crucificarmos nossa carne pela luta ser muita, e a grande maioria estar fazendo o que todo mundo faz. Lembre-se quando Elias disse para Deus que estava só em sua fidelidade, o Senhor fala para ele, “sete mil eu reservei, que não dobraram seus joelhos a Baal”. O Senhor preserva os seus.

Quando oramos pedindo ao Senhor, venha o teu reino, começamos a não somente saber que o reino de Deus é diferente, mas que somos diferentes num reino que não é nosso, pois que o mundo jaz no maligno. Se queremos o reino de Deus, queremos Jesus como Rei e sua Palavra como a constituição de nosso reino. Um embaixador em terra estranha sabe a quem representa, não é cidadão do lugar, ainda que fale a língua, como da comida, e habite ali, mas ele não é dali, tem alguns direitos, mas muitas restrições.

I Pedro 2: 11- 17

Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais que combatem contra a alma; Tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no dia da visitação, pelas boas obras que em vós observem.

Sujeitai-vos, pois, a toda a ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; Quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores, e para louvor dos que fazem o bem. Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo bem, tapeis a boca à ignorância dos homens insensatos; Como livres, e não tendo a liberdade por cobertura da malícia, mas como servos de Deus.

Honrai a todos.

Amai a fraternidade.

Temei a Deus.

Honrai ao rei.

 

Não é justo um cidadão de outro país se meter nos assuntos do nosso. Não é justo para um cidadão do reino do céu se meter nos assuntos desta terra.