JOIO E TRIGO

13/08/2013 19:32

 

Mateus 13: 24 a 30

Jesus está falando aos seus discípulos por parábolas, nesta há uma divisão por duas partes, na primeira parte a parábola é contada, na segunda ela é explicada por Jesus – Mateus 13: 36 - 46.

É importante notarmos a diferença entre sementes desta parábola e as sementes da parábola do semeador (Mateus 13: 1 – 23), em uma, trigo e joio são pessoas, na outra as sementes é a palavra de Deus.

Mateus treze é um texto chave para entendimento do significado de todos os tesouros ocultos da palavra de Deus, nas sete parábolas deste capítulo está a síntese do reino de Deus. Um escriba instruído no reino é como um pai de família que tira coisas novas e velhas de seu bom tesouro. Por isso é necessário entender tudo.  Este é o motivo da pergunta do Mestre aos seus discípulos no final do capítulo: “Entendestes tudo”?

O reino do céu é semelhante a um homem que semeia a boa semente no seu campo. Este homem semeia pela mão dos seus servos, ele tem um inimigo pessoal que trabalha contra a sua planta, as ocultas, a fim de prejudicar a plantação com semente de erva daninha, joio.

Quando a erva cresceu e frutificou apareceu também o joio. Parece mal a manifestação do joio, mas ele está ligado ao crescimento e frutificação do trigo, quando cresce o trigo, aparece o joio. Esta informação que Jesus dá, é para alegrar a igreja dele, pois certamente haverá semeadura e abundante colheita, ainda que tenha joio para ser queimado.

Os servos do pai de família estão perplexos, pelo aparecimento do joio, eles não plantaram aquela semente, como ela veio parar ali? O pai de família tanto sabe quem fez aquilo, como sabe o tratamento a ser dado; deixa as duas ervas crescerem juntas por enquanto, foi um inimigo quem fez isso.

Quem é o joio e quem é o trigo, e quem os semeou? Da mesma forma que na parábola do semeador, aqui nesta, também os discípulos interrogam Jesus pelo entendimento dela. A explicação é a seguinte, diz Jesus; eu sou o semeador do trigo, o trigo são os filhos do reino que eu semeio no mundo. O campo da minha semeadura é o mundo, todos os filhos do reino que há nele são semeados por mim. Já o joio, são os filhos Diabo que também foram semeados no mundo, não foram semeados por mim, mas pelo Diabo, meu inimigo. No dia da colheita, isto é, no fim do mundo, os anjos ceifarão primeiro os filhos do Diabo, o joio, e os lançarão na fornalha onde haverá choro e ranger de dentes, pois causaram escândalos no reino de Deus e cometeram iniquidades.

Os justos no entanto terão um caminho diferente, brilharão resplendentemente como o sol no reino de Deus.

Esta é a parábola do joio e do trigo ensinada e explicada por Jesus aos seus discípulos, quem tivesse ouvidos para ouvir ouviria, e mesmo hoje, quem tem ouvidos para ouvir, ouvirá. Pois quem é de Deus ouve as palavras de Deus.