A Prioridade e a intensidade do reino de Deus

18/01/2014 12:00

E aconteceu que, indo eles pelo caminho, lhe disse um: Senhor, seguir-te-ei para onde quer que fores. E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.

E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá a enterrar meu pai. Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus.

Disse também outro: Senhor, eu te seguirei, mas deixa-me despedir primeiro dos que estão em minha casa. E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.

Lucas 9:57-62

Três homens estão em contato  com Jesus, o primeiro é o mais esperto e atirado, se oferece pois tem um desejo oculto, mas que é revelado de pronto pelo Senhor, interesse nas coisas desta vida. “Seguirte-ei por onde quer que fores”. A resposta de Jesus não lhe deixa muito prazer em segui-lo, não teria um lugar seguro do jeito que ele desejava. Jesus não o chamou, este homem se oferece, mas não segue o Mestre, sua proposta não lhe agrada.

O segundo homem é chamado por Jesus, o texto não nos mostra se ele é um escolhido, mas é um chamado. O reino de Deus tem prioridades que o Senhor do reino faz questão de nos apresentar desde o início. Não seremos enganados com falsas promessas. A prioridade do reino de Deus é o Senhor, não é o chamado pelo Senhor, nem seu pai, nem seus irmãos, ou mãe, ou esposa, ou coisas, mas o Senhor. Quem deixa tudo por Jesus e o segue, ganhará cem vezes tanto nesta vida e na outra a eternidade, não se pode esquecer quem é a prioridade do reino de Deus.

O terceiro homem, também é chamado pelo Senhor. Neste homem Jesus nos faz ver a intensidade do reino. É bom sabermos que existe uma grande bênção em ser chamado pelo Senhor, Ele não chama todos, muitos são chamados, não todos, se fomos chamados que haja empenho de nossa parte em realizar toda obra que o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo espera de nós. O chamado não olha para traz, não conta os resultados, não mensura o trabalho realizado, ou o que ainda falta. Como quem ara a terra tem objetivo em frente, assim é o chamado ao reino de Deus também. E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.

Qual é pois a intensidade do reino de Deus? Basta lembrar os doze discípulos andavam com Jesus, não lhes faltavam comida nem bebida, suas esposas e sogras eram assistidas e alimentadas pelo Senhor da mesma forma que eles. Foram enviados de dois em dois a pregar o evangelho e curar de cidade em cidade, mas depois são levados por Jesus para um lugar para descanso. O reino de Deus é intenso, mas feliz, crescente, agradável seguro e de paz.

Leai também; venha-o-teu-reino.webnode.com/news/para-entrar-no-reino-de-deus/