A PROMESSA DO ESPÍRITO SANTO

19/07/2013 13:56

A PROMESSA DO ESPÍRITO SANTO

Atos 2: 38 - 39

E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão de pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.

Após ouvirem toda a pregação de Pedro, vem a eles desespero por se verem pecadores, necessitados de cura e não sabendo o que fazer. A pergunta; "o que faremos varões irmãos", deve ser repetida por aquele que vê diante de si a corrupção de seu pecado. A visão da lei desobedecida, de um Deus que foi até então desagradado por este desobediente, vai trazer desespero e busca de uma saída, e só há uma saída e Pedro aponta àqueles e também aos de hoje esta saída.

O que faremos varões irmãos, a indagação está no coletivo, no entanto a resposta é singular, isto é, a cada um. Ouve um tempo em que pensaram que toda a nação era de Deus por ser descendência de Abraão, mas agora pelo esclarecimento do Espírito Santo e pela Palavra pregada sabem que; cada um deveria se arrepender de seus pecados ser batizado em nome de Jesus Cristo, e cada um receberia a promessa do Espírito Santo quando ele viesse a cada um, tanto aos de perto como aos de longe.

O apóstolo está falando de coisas que ele ainda não sabia bem, "Deus nosso Senhor chama os de perto e os de longe”. Há um momento na vida de Pedro que ele deverá ir aos de longe para anunciar o evangelho do reino, a Cornélio, um gentio que se arrependeu de seus pecados, mas que precisava ouvir que a salvação de pecados só se dá através de Jesus Cristo, Pedro é enviado a ele, o apóstolo vai passar por uma crise de conhecimento de Deus para conhecer melhor o Senhor que ele servia. Enviado aos de longe que naquele dia recebem o dom do Espírito Santo e o batismo em nome de Jesus para arrependimento de pecados.

Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar. Obedecendo a ordem de se arrepender e ser batizado, a promessa do Espírito Santo viria no tempo próprio.

Jesus havia prometido o Espírito aos doze, primeiro, porém também se arrependeram, e foram batizados. O Senhor Deus nos dá uma parte inicial, e nos manda aguardar a outra, uma parece ser toda nossa, arrepender e ser batizado, a outra diz respeito ao nosso Deus, enviar do céu o Espírito, mas as duas são Dele, pois é Ele que chama.

 

A realização da promessa está atrelada a obediência, porém o tempo da realização do prometido só o Senhor sabe é Ele quem dá o Espírito.