Livres

05/06/2013 21:50

Livres

Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal – João 17: 15.

Quando Jesus usa a expressão, livrar do mal, não estava se referindo a dor, ou prejuízo que por acaso os discípulos viessem sofrer. Pedro e João são submetidos a interrogatório e surra pelos mesmos fariseus que condenaram Jesus. Tiago, irmão de João é morto por Herodes, não foi livre deste homem mal. Livrar do mal não impediu Estevão de ser apedrejado, ou os novos discípulos depois disso serem dispersos.

Livrar do mal é livrar da condenação do pecado, da atração e corrupção dele na vida do crente em Cristo Jesus. É livrar do pecado de dentro e do que rodeia de perto. Matar o corpo de morte crucificando-o, impedindo dessa forma a ação do mal na vida do resgatado pelo Senhor. Como Jesus livrou do mal as ovelhas que apascentava, assim ele ora ao Pai para que houvesse continuação, livrando-as mesmo estando elas no mundo sem vê-lo como o viam antes.

Não peço que os tires do mundo – há muitos momentos que o desejo do servo do Senhor é que ele o retire do mundo, aflição, aborrecimento, perda..., Mas Jesus pede ao Pai para não nos tirar do mundo, mas que nos livrasse do mal, isto é, haverá provas no mundo. Temos um campo de provas e não temos o direito nem o poder de fugirmos dele. Toda a obra de crescimento será completada na vida do discípulo.

Do mundo seremos tirados um dia, mas isso só acontecerá quando formos tirados do mal, e o mal for tirado de nós. Lembremos que Jesus nos ensina a orar ao Pai, “e não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos no mal.” O Senhor Jesus orou por nós na terra, nos ensina a orarmos também, “livra-nos do mal”, agora está ao lado de Deus no céu intercedendo por nós para que sejamos livres do mal – é maravilhoso, estamos nas mãos de quem livra.