Perfeito homem de Deus

04/01/2014 10:26

II Timóteo 3:12-17

E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições. 

Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados. Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, e que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. 

Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente  instruído para toda a boa obra.

Alguns detalhes importantes, e por que não dizer; cruciais para a perfeição e a salvação do homem de Deus. Uma vida pia, perseverante na Escritura sagrada, e que, toda a Palavra de Deus é inspirada e não alguma parte dela.

Nosso texto se inicia com uma confrontação entre o crente falso e enganador e o verdadeiro que quer viver piamente, este último será perseguido, não por nada que faça contra o falso, mas por ser fiel a Jesus e obedecê-lo em tudo. Quem faz o certo condena o errado, quem obedece acusa o desobediente, mesmo que nada fale. O final dos enganadores é ser enganado também, e seu engano é dia a dia manifestado e seu encaminhamento não será para o bem, ainda que suas palavras venham a ser doces e agradáveis aos ouvidos dos homens, são mentirosas que o levarão para o pior. Os que o seguem terão o mesmo fim, pois se percebe que há um ajuntamento, quando é dito; “enganando e sendo enganado”.

O jovem pastor Timóteo está recebendo ensinos preciosos do Senhor Jesus através de Paulo, o apóstolo. “Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste”.  Os santos perseveram, os santos permanecem naquilo que aprenderam, os santos sabem que a vida não está neles, mas em Cristo, e precisam permanecer nele e nas suas palavras. Timóteo havia recebido ensinos de sua avó, de sua mãe e do irmão Paulo, mas todo seu aprendizado viera do mestre Jesus, por isso é dito a ele, “sabendo de quem o tens aprendido”. Um aprendizado antigo lhe dado desde a sua meninice, Letras sagradas, que poderiam fazê-lo sábio para a salvação. Uma salvação que nos está reservada para o fim da caminhada com Cristo na terra.

“Toda a Escritura é divinamente inspirada” – Se alguns querem assegurar que toda a Escritura não é divinamente inspirada quem são eles senão os enganadores que vão de mal a pior enganando e sendo enganados? Por que colocar dúvida sobre a inspiração de toda a Escritura senão para trazer condenação e perdição, tanto para si como para os que se aproximam de Cristo? Em II Pedro três dezesseis, o comentário é; os indoutos e inconstantes torcem não somente as epístolas de Paulo, mas igualmente as outras Escrituras, para sua própria condenação. Toda a Escritura é divinamente inspirada e proveitosa, logo se não compreendo o que está dito, que me cale e espere o Senhor me ensinar, mas que não me lance contra a Espada do Espírito, para não ser destruído por ela.

A Escritura é proveitosa para; ensinar, redarguir, corrigir, e instruir em justiça visando à perfeição do homem de Deus na terra. Entretanto não será, alguma parte dessa Escritura, não poderei, por exemplo, dizer que é somente o Novo Testamento, mas toda a Escritura. Não poderei negar a inspiração de toda a Escritura desprezando textos que me são difíceis de entender. A Escritura não é para o que não é de Deus, não será de forma alguma proveitosa para aquele que finge, para o hipócrita, ou mesmo para o que nega com veemência. Quem engana usará meia Escritura, um pouco dela, pois não é possível haver engano sem que a verdade esteja misturada à mentira, por isso a palavra de amor ao coração de Timóteo é: “Toda”. A Escritura é proveitosa para fazer perfeito àquele que Jesus chamou à perfeição do Pai.

As obras perfeitas são para serem feitas na terra, e obras perfeitas só podem ser feitas por um homem perfeito. As obras perfeitas são para glória de Deus, e não o glorificamos com obras meio perfeitas.

O Deus e Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo dá aos seus filhos vigor e vida para vencerem, despertamento através das aflições para que saibam que seu galardão é grande no céu. Fidelidade e perseverança os santos também recebem do Pai, e são por Ele ensinados na terra para agradá-lo em tudo para que suas obras sejam puras e limpas.

Leia também; venha-o-teu-reino.webnode.com/news/esmirna-uma-igreja-perfeita/